Você está aqui: Home Notícias CEIC é reaberto com apresentação artística e momentos de religiosidade

facasuareserva.

CEIC é reaberto com apresentação artística e momentos de religiosidade

fotoIrmãzinhas da Imaculada Conceição de diversos Estados estiveram reunidas para a celebração de reabertura do Centro de Encontros Imaculada Conceição, que passou a se chamar Centro de Espiritualidade Imaculada Conceição (CEIC), na noite desta segunda-feira, 9 de novembro, em Nova Trento (SC). O evento contou com a presença de autoridades locais, colaboradores, imprensa, engenheiros e arquitetas envolvidos diretamente com a obra.

A cerimônia iniciou em frente à Casa São José, ou “Casa Relíquia” ou “Casa Mãe”, uma casa de madeira do século 19, onde todo o trabalho da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição (CIIC) teve início, com Santa Paulina e suas companheiras. De seu interior saiu uma Irmãzinha, caracterizada naquele momento como Santa Paulina, que promoveu um resgate histórico do local através de uma apresentação artística. Em seguida, todos os convidados foram conduzidos em procissão até a Capela do CEIC, onde ocorreu a celebração, presidida pelo reitor do Santuário Santa Paulina, Padre André Borges da Silva.

“Convido todas as pessoas que passam pelo Santuário Santa Paulina, que possam também visitar o CEIC, pois aqui temos espaços que nos remetem à história de Santa Paulina, como é o caso da Casa Relíquia, que acolheu pessoas doentes, pessoas idosas, no início da Congregação. E este espaço também é um convite para sentir mais de perto este lugar onde Santa Paulina viveu, construiu uma história e conservou o dom da vida”, declarou a Coordenadora Geral da CIIC, Irmã Roseli Amorim.

Pousada e Centro de Espiritualidade
É importante ressaltar que o CEIC passa a contar com duas alas distintas: uma é a pousada, espaço totalmente remodelado, que fica junto à recepção, contendo 26 quartos, todos equipados com ar-condicionado e internet wi-fi.

Junto à capela, no prédio aos fundos, funcionará o Centro de Espiritualidade, que oferece 32 quartos, também equipados com ar-condicionado. Os grupos para eventos empresariais e religiosos podem contar também com um auditório, com capacidade para 100 pessoas, além de duas salas, com 15 lugares cada, que podem se transformar em uma ampla sala com 30 lugares.

O CEIC ainda possui um amplo refeitório, capela e diversos espaços para contemplar a natureza, como o Calvário, a Gruta Rosa Mística e um amplo jardim. As arquitetas do empreendimento, Liege Chiaradia Ferreira e Juliane Günther deram atenção especial às características originais da construção, sempre visando a acessibilidade e a sustentabilidade.

CEIC acolheu primeiras noviças
O CEIC remete ao início da história da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, fundada por Santa Paulina. Por isso, a importância histórica para a própria Congregação e para o povo de Nova Trento. Neste espaço está a “Casa Mãe” ou “Casa Relíquia” ou “Casa São José”, uma casa de madeira do século 19, onde todo o trabalho da Congregação teve início.

De que forma? Após a morte da senhora portadora de câncer (Lúcia Ângela Viviani), que deu início à Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição com o “Hospitalzinho São Virgílio”, Amábile Lúcia Visintainer (Santa Paulina) e mais duas amigas, Virgínia Rosa Nicolodi (Madre Matilde) e Teresa Anna Maule (Madre Inês), mudam-se do bairro Vígolo para o Centro de Nova Trento, onde hoje é o CEIC. Elas receberam em doação o terreno e a casa de madeira dos benfeitores Giovanni Valle e Francesco Sgrott. Neste lugar, no ano de 1894, iniciaram a acolhida e a formação da primeira noviça, além de cuidar de crianças e doentes da comunidade. No ano seguinte, 1895, a Congregação recebe a aprovação diocesana e acontece a consagração definitiva do trio fundacional.

Alguns fatos da história do CEIC que merecem destaque: o Noviciado da Purificação de Nossa Senhora (1896-1937); a Fábrica de Seda (1898-1940); Escola para as primeiras séries do Ensino Primário (1906); foi casa de formação para: juvenistas (1937). Em 21 de dezembro de 1941, inauguração do Juvenato São José; aspirantes, postulantes e noviças (ficaram aí de 1953-1966); o Juvenato São José foi: sede da Província de Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças (11.02.1958 a 11.02.1966); ginásio orientado para o trabalho – GOT (1968); transformação em CEIC (20.01.1975). Reabertura da Casa Mãe totalmente reformada (24.05.1981), conservando sua originalidade.

foto

foto

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar


Ação Evangelizadora


Ação Pastoral

  • Pastoral Carcerária, da Saúde, Paroquial, da Terra, da Juventude, Diocesana e DST-AIDS
  • Áreas de atuação: indígenas, mulheres em situação de risco, catequese, liturgia e comunicação

Saúde

Unidades Sociais / Projetos Sociais

  • Tecendo a Vida - Belo Horizonte - MG
  • Educandário Sagrada Família - São Paulo - SP
  • Casa da Sagrada Família - Campos do Jordão - SP
  • Lar dos Velhinhos - Maringá - PR
  • Lar Nossa Senhora Aparecida - Santuário Nacional
  •  Lar São Vicente de Paulo - Itaberá - SP
  • Lar São Roque - Diamantino - MT
  • Casa do Peregrino - Itajaí - SC
  • Orfanato São Roque - Moçambique
  • Escola Familiar Rural - Moçambique
  • Lar de Idosos de San Javier - Argentina

Família CIIC